O dia em que participei do Imersão

Tem muita gente (tipo eu mesma!) que fica na dúvida sobre a carreira que quer seguir. E para isso existem mil e uma formas de ajuda por aí. Nessa minha procura pelo que faz meu olho brilhar de verdade encontrei um programa muito bacana da Fundação Estudar e do Na Prática (sim, os mesmos da tal Conferência Ene que o Eddie participou e contou em parte 1 e parte 2 como foi a experiência): o Imersão.
Ele tem esse objetivo mesmo de orientar estudantes e recém-formados a definir um norte pra carreira, sendo cada edição com uma temática diferente (Gestão Empresarial, Mercado Financeiro, Gestão Pública, Consultoria, Empreendedorismo, Impacto Social, Ciência e Tecnologia, Educação e Jurídico), permitindo que o participante conheça e entenda qual a área de atuação mais se conecta a ele.

Bem, eu fiz meu cadastro no site do Na Prática e consegui a isenção da taxa de matrícula no programa depois de enviar um textinho com a solicitação e um vídeo explicando o porquê de eu querer participar do evento e da necessidade do auxílio. Lá estava eu mais que empolgada para mais uma viagem sozinha: 3 dias em Belo Horizonte no tal evento que eu não conhecia ninguém. Hostel reservado, roupas na mala, despedida do Eddie que foi pra Coréia (pois é, teve isso também…), tudo pronto para o Imersão Gestão Empresarial 2016!

O Imersão, como eu disse, é direcionado para universitários e recém-formados mas tem espaço pra quem está entrando no mercado de trabalho ou mesmo quem deseja mudar de área ou aprofundar os estudos e conhecimentos nela. A programação contou com bate papo com profissionais que atuam na Gestão Empresarial de grandes empresas, divididos nos setores de Comercial e Marketing, Finanças, Gente e Gestão e Operações. O mais legal dessa parte é que depois deles contarem sobre a carreira deles, como chegaram ao cargo que exercem e quais as atividades e desafios atuais, nós, participantes, tínhamos a oportunidade de perguntar e entender melhor o dia a dia deles. Além do bate papo, contamos com visitas guiadas dentro de empresas nos dois primeiros dias e atividades mão na massa como a resolução de um case em grupo e as reflexões individuais. O último dia do evento também contou com a apresentação de grandes líderes que falaram sobre a trajetória deles e os principais desafios que encararam e que encaram no cargo em que atuam.

img-20160903-wa0000

O evento é baseado na interação entre os participantes e os profissionais e isso é muito legal! Poder conversar com gente que atua na Rede Globo, Ambev, Localiza, BR Malls, Falconi, entre outras empresas que são referência e objetivo de muita gente foi uma experiência e tanto! Poder conhecer o ponto de vista de quem já está lá, tirar dúvidas quanto a preparação, a trajetória, os desafios que eles viveram é muito enriquecedor. Sem contar a oportunidade de conhecer as empresas por dentro. Eu, engenheira de alimentos que sou, me vi encantada ao conhecer a Cervejaria Wäls. Mais que a estrutura física e organizacional, escutar a história de quem fez um plano sair do papel, que hoje tem brilho no olho pra contar tudo, apresentar cada membro de sua equipe e cada item de sua cultura é muito inspirador.

Além de toda a experiência que os profissionais nos passam e da oportunidade de explorar as principais possibilidades de trabalho em cada uma das áreas da Gestão Empresarial, um dos objetivos principais do evento é o networking. E é uma das partes mais legais! Eu fui pro evento sem conhecer ninguém que participaria e saí com grandes parceiros. Conheci pessoas de diferentes faixas etárias e áreas de atuação, com diferentes objetivos com o Imersão e para a vida e, parece clichê de quem participou, mas a rede que se forma ao reunir tanta gente boa num mesmo lugar é incrível e vale muito a pena! Desde os facilitadores aos participantes mais caladinhos, a interação do grupo foi incrível e fez tudo muito mais divertido e proveitoso.

img-20160904-wa0002

A quem está na dúvida se deve fazer ou não, faça. Ou procure os outros programas do Na Prática que vão desde o autoconhecimento até o treinamento de lideranças e todos valem muito a pena! Nesses 3 dias tive vários insights e com certeza o maior deles é que nada acontece se a gente não fizer “alguma coisa”. A gente pode ficar parado, reclamar e continuar no mesmo lugar ou procurar ajuda, apoio ou motivação e sair da estagnação. Se a segunda opção soa melhor pra você, não tem saída: vai lá e faz!

Curiosa, engenheira, independente e detalhista. Adora viajar, tirar fotos e mais um monte de coisas.

2 Replies to “O dia em que participei do Imersão”

  1. Show de bola, também tô doido pra compartilhar as minhas experiências da fundação, falta tempo e coragem pra escrever rsrs, bom demais conhecer toda essa galera!!!

    1. Obrigado meu caro, continue nos acompanhando aqui, as visitas e feedback são sempre muito bem vindos!

Deixe uma resposta