O que fazer com seus sonhos?

Confesso que não sou uma pessoa que sonha muito. Melhor dizendo, não sou uma pessoa que lembra dos sonhos já que o que dizem por aí é que a gente sonha toda noite. É até engraçado, quando consigo tal proeza só me lembro do que sonhei assim que acordo e o que passou pela minha cabeça a noite toda some.

Mas não é sobre esse tipo de sonho que eu vou falar. Quero saber de você: quais são seus sonhos?
Os sonhos da sua vida mesmo, os que você tem enquanto está acordado. Como você se vê daqui a 5, 10 ou 15 anos? O que você quer realizar até lá? Numa de minhas sessões de coaching montei uma lista com meus sonhos e um prazo para realizá-los. Foi bem interessante a experiência de viajar no tempo e eu recomendo: coloque uma música calma, feche os olhos, pense em toda a sua vida, nos sonhos que tinha quando era criança, onde está agora e como quer ser daqui pra frente. Sem restrições, sem a parte do “e se…”. Só feche os olhos e faça uma viagem até onde você quer chegar. Cada detalhe, cada conquista, cada experiência, coloque tudo no papel e defina se você quer realizar isso logo ou daqui um tempo.

Pensei em tudo que quero fazer, em tudo que quero viver de novo, tudo que já tenho e quero conservar e, olha, me trouxe uma energia muito boa. “Nossa, Jé, mas que viagem!” Pois é, e eu pensei além da atividade de definir os meus objetivos e sonhos quando montei aquela lista. Olhando pra ela pronta eu vi o que eu  podia fazer com eles: realizá-los. Parece ridículo mas eu vi que tudo aquilo era palpável, que me daria bastante trabalho, mas que entre meus sonhos não tinha nada impossível de ser realizado. Eu só preciso fazer.

E, além do que eu tenho/vou fazer, eu vi que aquela lista dita muita coisa que já fiz na vida. Meus interesses me levaram a atitudes e experiências que me deixaram mais perto de realizar meus grandes sonhos. Isso é, inclusive, uma boa explicação para algumas de nossas frustrações na vida. Quando o que a gente faz não tem a ver com nossos sonhos ou nos afasta deles isso nos gera um sentimento ruim, nos sentimos decepcionados e as vezes nem sabemos porquê. E quando não sabemos porquê, talvez nos falte conhecer melhor nossos sonhos.

Nossos sonhos têm de estar alinhados ao que acreditamos e defendemos. E o nosso futuro é ditado por esses sonhos. Acredito que está nas nossas mãos o que vamos viver, que o futuro é resultado de nossas escolhas e dos caminhos que decidimos trilhar. Esses caminhos não são encontrados, não estão pré-definidos, mas podem ser criados por nós. Se você sonha em estudar em outro país, cruzar o oceano e realizar isso pode não parecer “seu destino”. Mas se você se esforçar, procurar informações, se dedicar a isso e finalmente realizar isso será parte do seu futuro.

“All our dreams can come true if we have the courage to pursue them.” – Walt Disney

Crie o hábito de sonhar. É como dizem, sonhar não custa nada! Mas se lembre também que de nada isso vale se não for seguido de ação e dedicação. Use seu sonho, faça-o real. Acredite na sua capacidade, nas pessoas que podem te ajudar a alcançar o que sonha, seja persistente, não desista. Observe o que tem feito e exija de você uma ação por dia em direção aos seus sonhos. Pode ser simples, pequena, mas faça.

Curiosa, engenheira, independente e detalhista. Adora viajar, tirar fotos e mais um monte de coisas.

Deixe uma resposta